sexta-feira, 24 de março de 2017

Duas novas chuvas de meteoros vão poder ser vistas do Brasil


Duas novas chuvas de meteoros vão poder ser vistas do Brasil

Você já deve ter visto uma ou outra estrela cadente no céu, não? Não é muito fácil, principalmente porque requer um céu particularmente escuro. Uma estrela cadente é na verdade uma minúscula partícula rochosa, ou composta por ferro que entra muito rápido na atmosfera da Terra e se queima com a fricção. As partículas são os meteoros. Numa noite escura é possível ver um ou outro riscando rapidamente o céu, depois que um meteoro desavisado é capturado pela gravidade da Terra. Só que por vezes essa atividade aumenta muito durante um período de tempo, tipo uma semana, atingindo um pico num dia específico. Essas são as famosas chuvas (ou chuveiros) de meteoros. Isso ocorre quando a Terra intercepta a órbita de um cometa, que no seu caminho pelo Sistema Solar vai deixando pedacinhos minúsculos de rocha e gelo. Nos dias de máximos é possível avistar dezenas de meteoros por hora!
Você que acompanha o blog sabe que de vez em quando eu aviso aqui quando chega perto do máximo de uma chuva de meteoros interessante, tipo uma que tem uma boa taxa de meteoros ou uma que esteja associada a um cometa bacana, tipo o Halley. A identificação desses eventos tem um forte viés para as chuvas favoráveis de serem observadas no hemisfério norte. Comparativamente são poucas as chuvas propícias ao nosso hemisfério.

Via blogtvwebsertao.com.br

0 comentários:

Postar um comentário