quinta-feira, 30 de março de 2017

Paulo Câmara dá prazo de dois meses para destravar o SAMU em Serra Talhada



O Governador Paulo Câmara arriscou dá um prazo para que a central de regulação do Samu realmente funcione em Serra Talhada. Segundo o governador, será feito um esforço no sentido de destravar verbas do governo federal para liberação do Samu nos próximos dois meses. Câmara também garantiu – em conversa com o prefeito Luciano Duque – cumprir com os 25% do repasse estadual. E teria ouvido do gestor a certeza do município bancar os 25% restante, caso as verbas federais cheguem mesmo à cidade.


“Veja: a gente precisa primeiro destravar o credenciamento, sem os recursos não tem como botar para funcionar. Vou fazer um esforço agora junto com nossa bancada (federal), junto ao Ministério (da Saúde) e para que nos próximos 60 dias tenhamos uma definição definitiva quanto a isso. Conversei com o prefeito Luciano (Duque) e a gente tem realmente esse impasse sobre o Samu, que é feito com 50% do recurso do governo federal, 25% do governo do Estado e 25% do município”, disse o governador, reforçando:

“Então, conversei com Luciano para justamente a gente vê a garantia dos recursos virem, porque com essa garantia ele também nos garantiu que teria condições de botar para funcionar. Vamos fazer isso, porque Serra Talhada como Petrolina são as duas regiões que ainda não instalaram o Samu, porque é uma equipamento fundamental para se regularizado para que possa realmente melhorar a situação do atendimento, principalmente, na urgência e emergência e do transporte adequado de pacientes”.
Da Redação do Poral NN -Lucas Andrade

0 comentários:

Postar um comentário