terça-feira, 18 de abril de 2017

Bebês já são racistas antes dos nove meses de idade, descobre estudo



Costumamos acreditar que as crianças são seres totalmente inocentes – mas parece que as sementes do preconceito são plantadas muito cedo.

Dois estudos feitos na Universidade de Toronto mostram que crianças de seis a nove meses de idade já podem exibir sinais de preconceito racial.

Os dois experimentos mostraram que os bebês “preferiam” olhar para os rostos dos membros de suas próprias raças – e associá-los à músicas “felizes”.

Em um outro teste, foi descoberto que a probabilidade de um bebê “seguir com o olhar” alguém que não fosse de sua própria raça era bem reduzida.

As descobertas sugerem que, mesmo de seis a oito meses de idade, os bebês já são inclinados a aprender com membros da sua própria raça.

“As conclusões destes estudos são significativas por muitos motivos”, disse o Dr. Kang Lee, professor no OISE’s Jackman Institute of Child Study, pesquisador renomado no Canadá e principal autor dos estudos.

“Os resultados mostram que o preconceito racial já existe a partir da segunda metade do primeiro ano de vida de uma criança”.

Rob Waugh/Yahoo News UK

0 comentários:

Postar um comentário