quinta-feira, 6 de abril de 2017

Escritor calumbiense lança livro com novas revelações sobre a história de Lampião


Escritor calumbiense lança livro com novas revelações sobre a história de Lampião e 

Um policial reformado de Calumbi e ex-integrante do grupo de xaxado Manoel Martins retorna ao cenário cultural do Sertão do Pajeú com a publicação de um livro sobre as grandes batalhas de Lampião na região. Lourinaldo Teles Pereira Lima (Louro), 46 anos, conta em sua obra de estreia que a batalha da Serra Grande na verdade ocorreu numa região de Calumbi, que em 1964 ainda pertencia a cidade de Flores.

Em entrevista ao Farol de Noticias, o escritor afirmou que a pesquisa para o livro ‘A maior batalha de Lampião – Serra Grande, a invasão de Calumbi’; durou cerca de seis anos, mas desde os seus 15 anos que atua na cultura do cangaço. Lourinaldo ainda enfatizou que durante suas pesquisas encontrou muitos elementos que comprovam sua tese. Os objetos hoje fazem parte do acervo histórico do museu calumbiense.

“Eu morava aqui em Serra Talhada e fiz parte do grupo de xaxado Manoel Martins, viajei para o nordeste todo com o grupo, tive a oportunidade de conhecer a cangaceira Sila, a cangaceira Dadá. Mas depois me tornei policial e me afastei um pouco das questões culturais. Há sete anos que voltei a me dedicar as questões culturais e estou lançando o livro que vem mostrando a atuação de Lampião entre os anos de 1924 a 1928 e muito combates”, explicou.

O livro foi lançado no último sábado (1º) com auditório lotado na Câmara de Vereadores de Calumbi. Os leitores ávidos pela história do cangaço podem adquirir o seu exemplar na Farmácia Teles de Calumbi, na Sapataria de Luércio Teles, próximo a rodoviária de Serra Talhada ou ainda entrando em contato com o próprio autor pelo telefone (87) 9 8853-6362. Em breve Lourinaldo Teles (Louro), disponibilizará a compra online.

O escritor participará do programa Boa tarde Serra FM 87,9, nesta sexta (07), à partir das 15:00 hrs.

www.serrafm879.com.br

Via joaozinhoteles.com.br

0 comentários:

Postar um comentário