quinta-feira, 27 de abril de 2017

Imagens mostram exercício de artilharia realizado pelo Exército da Coreia do Norte


Do G1

Imagens mostram exercício de artilharia realizado pelo Exército da Coreia do Norte
Imagens veiculadas pela TV estatal KRT nesta quarta-feira (26) mostram o exercício militar de artilharia com fogo real realizado pela Coreia do Norte no 85º aniversário da fundação de seu Exército. As imagens mostram que um grande número de unidades de artilharia foram mobilizadas na região de Wonsan, em sua costa leste.
Segundo o Exército da Coreia do Sul, as artilharias são de longo alcance. Jornalistas independentes não tiveram acesso para cobrir o evento registrado nas imagens. Fontes da agência sul-coreana "Yonhap" disseram nesta terça que este foi "o maior exercício de tiros" até agora. O líder norte-coreano Kim Jong-un teria participado das manobras, onde teria testado artilharia de longo alcance, de acordo com uma fonte do governo citada pela agência.
A Coreia do Norte tem uma base aérea em Wonsan e mísseis também já foram testados na região. O exercício militar norte-coreano chega em um momento de tensão na região por conta dos testes armamentícios de Pyongyang e o crescente temor que o país asiático realize um novo teste nuclear que aumente a crise com os Estados Unidos.
Tensões com os EUA
No mesmo dia em que os exercícios militares foram conduzidos, o submarino americano USS Michigan, com mísseis guiados, chegou à Coreia do Sul. Além do submarino, os EUA enviaram à península da Coreia o porta-aviões americano Carl Vinson, em resposta aos contínuos testes balísticos norte-coreanos.
A embarcação e sua frota de ataque se encontram atualmente realizando exercícios conjuntos estratégicos com tropas japonesas no Pacífico e planejam se aproximar da península da Coreia no final desta semana.
Exercícios dos EUA e Coreia do Sul
De acordo com a agência Efe, forças da Coreia do Sul e dos Estados Unidos realizaram nesta quarta, um dia após o exercício da Coreia do Norte, uma de suas maiores manobras conjuntas com fogo real já efetuadas até então. As imagens foram divulgadas pela agência Associated Press.

0 comentários:

Postar um comentário