quarta-feira, 26 de abril de 2017

Polícia revela que bando usou dinamite e armamento pesado em assalto a empresa de segurança em Petrolina


Polícia revela que bando usou dinamite e armamento pesado em assalto a empresa de segurança em Petrolina

A força-tarefa da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco e de Combate ao Crime Organizado continua em diligências, junto com demais órgãos de segurança pública em Petrolina, com apoio de policiais da Bahia, para realizar a prisão do grupo de assaltantes que levou terror aos petrolinenses que estavam nesta quinta, 25, no começo da tarde, nas proximidades da Avenida Honorato Viana, próximos ao Hospital Geral e Urgências (HGU)), bairro Palhinhas, área central da cidade. Os policiais confirmaram o uso de dinamite e armamento pesado na ação dos bandidos a uma empresa de segurança de valores.

Segundo informações oficiais da Polícia Militar, o grupo era formado por cerca de seis homens, que chegaram com uniformes camuflados num veículo Toyota Hilux SW4 de cor preta – relatos fornecidos aos policiais pelos seguranças da empresa. A nota da PM conta que a Central de Operações do 5º BPM foi informada da ocorrência pela população. O alvo era a empresa, localizada ao lado do HGU.

As explosões foram sucedidas com troca de tiros entre seguranças, policiais e os assaltantes, numa cena de muito desespero relatada em áudios e vídeos feitos por quem estava na área, no momento da ocorrência. O carro-forte da Empresa Preserve, que carregava os malotes de dinheiro, era o visado pelo grupo. O veículo ficou destruído e um outro carro-forte, segundo nota da PM, foi atingido também por vários disparos de fuzil, confirmando o uso de armamento pesado na investida. Os seguranças não reagiram. Saíram dos carros e foram se abrigar em prédios próximos, ainda segundo a PM.

Os policiais reforçam que todas as viaturas da área foram acionadas (Gati, Rocam, Rondesc, NIS-4, Malhas da Lei e GT’s) e mobilizadas para a ação, além das Polícias Civil e Rodoviária Federal, PMBA – através dos batalhões de Juazeiro, Remanso e Casa Nova, PF, Cipe/Caatinga, Bepi (Ciosac) – além de viaturas de Rajada, Afrânio e Dormentes (no Sertão do São Francisco).

Via www.carlosbritto.com

0 comentários:

Postar um comentário