segunda-feira, 1 de maio de 2017

Mais uma gestante sofre com o descaso no HOSPAM, em Serra Talhada


Mais uma gestante sofre com o descaso no HOSPAM, em Serra Talhada

No final desta última semana, uma mulher gestante, residente no Centro de Serra Talhada deu entrada no HOSPAM em pleno trabalho de parto. A gestante não pôde dar à luz a seu filho no Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães por falta de obstetra.

Apesar do regional disponibilizar uma UTI móvel e deslocar a Dona de Casa para a cidade de Salgueiro, o pai se disse indignado, e declarou que uma das enfermeiras lhe disse que “o HOSPAM só disponibiliza obstetra quinzenalmente, então quer dizer que em Serra Talhada agora as crianças estão agendadas para nascer de quinze em quinze dias?”, perguntou o pai estarrecido.

Mesmo com toda a dificuldade que o casal enfrentou, a UTI móvel chegou a tempo no município vizinho e a criança e a mãe passam bem.

Por Lucas Andrade

Via www.naynneto.com.br

0 comentários:

Postar um comentário