sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Carreta carregada de alho tomba na BR-163 entre Guarantã e PA; carga é saqueada por populares


Carreta carregada de alho tomba na BR-163 entre Guarantã e PA; carga é saqueada por populares

Foto: Sergio Colpani/”Arquivo pessoal –Momentos depois do acidente, a carga foi saqueada por pessoas que passavam pelo local. A carga estava avaliada em R$ 150 mil.

O acidente aconteceu na última terça-feira (13) por volta das 14h30min, na BR-163 em uma serra, na região de Cachoeira da Serra entre Guarantã do Norte e o Estado do Pará.

Segundo o motorista do carreta que foi identificado como Sergio Colpani, de 46 anos, o mesmo fazia uma curva, quando estourou um dos pneus do eixo traseiro do veículo, ele acabou perdendo o controle da direção, saiu da pista e tombou.

Momentos depois do acidente, a carga foi saqueada por pessoas que passavam pelo local. A carga estava avaliada em R$ 150 mil.

Ainda segundo o motorista, cerca de 1,8 mil caixas de alho foram levadas. Ele relatou que as pessoas iam encostando caminhonetes, carros e pegando as caixas. O mesmo não teve muito o que fazer, diante da situação.

Ele ainda informou que ninguém chegou a perguntar se o mesmo havia ficado ferido.

Sergio procurou a delegacia de Polícia Civil de Guarantã do Norte e registou o boletim de ocorrência.

A carreta ficou bastante danificado e foi retirado do local com auxílio de um guincho da seguradora. O motorista não ficou ferido. (com informações, Só Notícias)
Por Olhar Cidade

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) 
Compartilhe:

Público lota auditório do campus para as apresentações do II Festival de Música Popular


O público lotou o auditório para assistir as apresentações 

Público lota auditório do campus para as apresentações do II Festival de Música Popular

Uma tarde repleta de música, diversão, homenagens e apresentações incríveis: foi dessa forma que aconteceu o II Festival de Música Popular do campus Serra Talhada do IF Sertão-PE, realizado na tarde da última quarta-feira (14). O evento, que esse ano homenageou o cantor e compositor paraibano Zé Ramalho, reuniu estudantes, professores, servidores e familiares, para assistirem a competição musical.

O auditório do campus foi o local escolhido para a realização do Festival. Um dos pontos altos da tarde, foi a reprodução de um vídeo gravado pelo próprio Zé Ramalho para os estudantes, onde o artista agradecia à homenagem e desejava boa sorte aos competidores (assista ao vídeo aqui). O Festival contou com quatorze apresentações, envolvendo alunos do Ensino Médio Integrado, PROEJA, Subsequente e Superior. 
As apresentações dos estudantes se deram por sorteio

Conduzida pelo professor Rosenberg Frazão, a competição teve como júri, os professores Isaías Lima, Daniel Souza, Jacira Nogueira e pelo colaborador Eric Barros (os jurados foram escolhidos devido as suas aptidões musicais, como cantores ou instrumentistas). Os estudantes foram se apresentando por ordem de sorteio, e quem esteve presente, pôde ouvir canções de diferentes artistas e gêneros. 
O professor Rosenberg conduziu as apresentações dos estudantes durante a competição 

Ao final das apresentações, os jurados deram os prêmios para os três melhores competidores e para os melhores intérpretes da tarde. O estudante João Paulo Lima, que estuda Licenciatura em Física, ganhou o troféu de primeiro lugar do Festival. Segundo o jovem, que cantou “A noite mais linda”, sucesso na voz do cantor José Augusto, sentimento é de gratidão aos amigos e familiares. “Graças aos meus pais, eu cresci escutando esse estilo de música, como José Augusto, Roupa Nova, Limão com Mel, entre outros. Por isso agradeço a eles, por terem me incentivado a cantar, e agradeço também ao pessoal da minha turma que ficou aqui para torcer por mim”, declarou. 
O campeão do Festival cantou uma música que ouvia desde criança

O prêmio de melhor intérprete, ficou com a banda os IFernais, formada por quatro alunos do Ensino Médio Integrado, que homenageou em sua apresentação, o grupo Mamonas Assassinas. “Montamos a banda de uma maneira muito descontraída, somente para brincar com a galera e foi uma surpresa muito grande termos levado o prêmio”, destacou o vocalista Guilherme Luan, estudante do 1º ano do curso de Edificações. 
A banda os IFernais agitou o público do Festival 

A comissão organizadora do II Festival de Música Popular se empenhou bastante para garantir o sucesso do evento. Para isso, todo o campus recebeu decoração alusiva à vida e obra do artista homenageado. Segundo o professor Rosenberg, que esteve à frente das duas edições da competição musical, este ano já se pôde notar uma evolução nos participantes. “O nível dos candidatos subiu assustadoramente! Gente que não foi tão bem ano passado e melhorou bastante agora, novos cantores surgiram e isso é confirmado devido à dificuldade dos jurados em escolher os vencedores”, salientou o professor, que destacou também a escolha acertada em homenagear Zé Ramalho. 
A comissão organizadora do evento era formada por professores e Técnicos Administrativos do campus

O Festival de Música Popular já está confirmado para 2019, e já conta inclusive com um novo artista homenageado. Em referência aos 30 anos da morte de Luiz Gonzaga, o cantor e compositor pernambucano, terá sua obra musical referenciada na terceira edição do Festival. 
Os vencedores levaram para casa troféus e brindes exclusivos dos colaboradores do evento



Confira os premiados no II Festival de Música Popular.

Melhor Intérprete:

Banda os IFernais

1º Lugar: 

João Paulo Lima

2º Lugar:

Brenda Pereira 

3° Lugar

Samuel Elias

Fotos: Vanessa Pereira e Rafaella Ramos


Escrito por André Nazário / ASCO
Compartilhe:

Quatro freiras de Cajazeiras sobrevivem a capotamento no Rio Grande do Norte



Quatro freiras que saíram de Cajazeiras, no sertão paraibano, sobreviveram a um capotamento de carro nesta quinta-feira (15) na BR-427, na altura da cidade de Serra Negra do Norte, no interior potiguar. Todas usavam cinto de segurança, segundo informou a Polícia Rodoviária Federal.

Ainda de acordo com a PRF, duas das religiosas escaparam ilesas, uma teve ferimentos leves e a outra fraturou um braço.
As freiras, que têm entre 40 e 60 anos, haviam saído pela manhã de Cajazeiras, na Paraíba, a caminho de Tibau do Sul, no litoral Sul do RN.

No caminho, ao tentar desviar de um buraco na rodovia, a freira que conduzia o veículo, uma minivan modelo Spin, acabou perdendo o controle da direção e o carro capotou.
“Ainda bem que todas as religiosas estavam usando cinto. Isso demonstra a importância dos equipamentos de segurança”, ressaltou o inspetor Roberto Cabral, da assessoria de comunicação da PRF.

Fonte: Parlamento PB - Publicado por: Érika Soares 
Compartilhe:

Corregedor quer ouvir Sergio Moro e juízes do TRF-4



O corregedor nacional de Justiça, Humberto Martins, marcou para o dia 6 de dezembro a oitiva –em audiências separadas– do juiz federal Sergio Moro, futuro ministro da Justiça, e dos juízes federais do TRF-4 Rogério Favreto, João Pedro Gebran Neto e Thompson Flores Lenz. Eles serão ouvidos sobre o tumulto processual gerado pela liminar concedida em plantão –no dia 8 de julho, um domingo – pelo desembargador Favreto, que pretendia soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

O então corregedor João Otávio de Noronha intimou, em julho, os quatro magistrados a prestarem informações. Em setembro, Martins determinou a reunião de todos os procedimentos, para que todos os atos fossem praticados no processo principal. Na ocasião, o CNJ informou que a medida pretendia evitar, “além do retrabalho, a expedição de reiterados pedidos de informações e diligências que poderiam levar ao atraso da necessária solução das imputações apresentadas contra os magistrados envolvidos, com observância do razoável prazo de duração dos processos”.

Na última quarta-feira (14), Martins determinou que o TRF-4 encaminhe ao CNJ processo administrativo que ainda tramita naquele tribunal pelos mesmos fatos contra Favreto, procedimento que estava com sessão de julgamento marcada para o dia 22 de outubro. O corregedor afirmou que seria um “contrassenso” a possibilidade de que órgãos administrativos proferissem decisões contraditórias num caso em que se apura “a existência de decisões judiciais conflitantes, que geraram enorme desgaste à imagem do Poder Judiciário”. O controvertido episódio gerou reações contraditórias.

Sem denominar os envolvidos, a Associação Juízes para a Democracia (AJD) emitiu nota, na ocasião, afirmando ser “incabível que magistrados de instâncias inferiores ou de mesma instância profiram contraordens à decisão de segundo grau, analisando a validade ou não dessa, especialmente no curso do período de férias e não estando nem sequer na escala de plantão”.

“Importante lembrar que o magistrado responsável pela condução da ação penal não possui incumbência pela execução da pena e é autoridade absolutamente incompetente para analisar a validade ou não da decisão de segunda instância. O mesmo se diga de magistrados que pretendem avocação para si de processos, sem razão fundamentada.”

Citando os envolvidos, a ex-corregedora Eliana Calmon viu na decisão de Favreto influência do ato do ministro Dias Toffoli, que soltou José Dirceu, o ex-chefe da Casa Civil de Lula. “Antes da decisão do Favreto, eu disse que o maior prejuízo da decisão de Toffoli de soltar José Dirceu de ofício era o que ele estava plantando para instâncias inferiores. É o mau exemplo. Não deu outra”, afirmou a ministra aposentada à revista Crusoé. 

“No caso do Favreto, nem foram os advogados de Lula que pediram, não é? Foram parlamentares. É lamentável que isso aconteça”, disse. O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) negou haver algum problema por ter pedido a soltura de Lula especificamente para o juiz Rogério Favreto. “Fizemos o pedido para o plantonista, e ele era a autoridade competente. Dá para ver quem é o juiz de plantão no site do tribunal. Não é uma informação de cocheira”, afirmou à revista Época. (Via: Folhapress)
Compartilhe:

Fim do programa Mais Médicos vai fechar cinco postos de saúde em Serra Talhada, diz Duque



Revolta e muita preocupação. Este são os sentimentos do prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), que não escondeu a decepção com o anúncio do fim do programa Mais Médicos, criado na gestão da ex-presidente Dilma Roussef.
O anúncio foi feito pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e cerca de 8 mil médicos estrangeiros vão deixar o País. A maioria são oriundos de Cuba.

Nessa quinta-feira (15), a reportagem do Farol conversou com o prefeito petista, que falou do impacto imediato, já na semana que vem, em Serra Talhada.

“20 mil serra-talhadenses sem médico, cinco postos fechados. Dia 24 de novembro os médicos vão embora, cada unidade atende mais de 4 mil pessoas e perderemos cinco médicos. Será uma tragédia pra saúde, vão piorar muito os indicadores da saúde. Para se ter uma ideia, esse ano eu só conseguir fechar todas as unidades de saúde em julho, porque estava faltando médico. Não tem médico para contratar, imagine agora a região do Pajeú com 88 médicos a menos, vamos voltar ao passado. Onde a gente tem que adular um médico, eles vão trabalhar menos, trabalhar tantas horas por dia, atender tantas consultas, trabalhar só três dias por semana”, lamentou Luciano Duque.

CRÍTICAS AO SISTEMA

Ainda durante a entrevista, o prefeito criticou a Associação Brasileira de Médicos (ABM) que comemorou, segundo o prefeito, o anuncio do fim do programa. Duque classificou o fato como sendo uma ‘tragédia.

“Isso vai piorar muito a saúde do povo trabalhador, quem pode pagar uma consulta tudo bem. Mas é o que a associação de médicos quer, a ABM. Medicina paga, dinheiro! Ou seja, é uma tragédia que a gente vai viver. Não existem médicos, para dizer que vai abrir para a inscrição de médicos”, ressaltou Duque, arrematando:
“Agora com a saída de 9 mil médicos, onde vai arrumar esses médicos que não existem no mercado? Veja que coisa difícil, em que situação a gente vai ficar como prefeitos. A população desassistida por uma decisão ideológica de um presidente que não está pensando no povo, quer fazer proselitismo político em cima da saúde do povo”.

REAÇÃO

O prefeito de Serra Talhada confirmou a reportagem do Farol que haverá um processo de resistência por parte dos prefeitos em todo o Brasil.
“Eu creio que vai haver uma reação muito grande da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). O presidente Jonas Donizette já se manifestou indignado com essa decisão, pedindo que o governo reavalie. E o presidente da ABM, o Ary Vanazzi, já se colocou contrário. Os prefeitos do Brasil inteiro estão revoltados e indignados”, resumiu.

Farol de noticias
Compartilhe:

Promotor propõe carne de jumento na alimentação de presos



Carne de jumento no cardápio dos detentos do sistema penitenciário do Rio Grande do Norte. É o que propõe o promotor Sílvio Ricardo Brito, da 2ª Promotoria de Apodi, cidade do Oeste do Estado, para dar uma destinação aos cerca de 600 animais apreendidos nas estradas federais que passam pela região. A proposta foi pautada em um almoço que aconteceu na última terça-feira (13), oportunidade na qual autoridades convidadas experimentaram pratos com carne de jumento. “Comemos para saber que é uma alimentação saudável”, diz o promotor.

Sílvio Brito explicou que a ideia surgiu após reuniões com professores do curso de Veterinária da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa). “Chegamos à conclusão que uma das soluções para a questão dos animais apreendidos é estimular o consumo da carne de jumento. Os veterinários atestaram que o alimento é próprio para o consumo humano. Não é consumido por uma questão cultural. Queremos quebrar essa barreira”, conta.

A ideia de inserir a carne no cardápio do sistema penitenciário será colocada após o primeiro momento de degustação. “Dependendo da receptividade quem sabe depois podemos expandir para a merenda escolar e nos hospitais”, propõe Brito. Estão convidados para o almoço prefeitos, vereadores, promotores, juízes, representantes da comunidade e diretores de unidades prisionais de Caicó, na região Seridó, além de Pau dos Ferros, Mossoró e Apodi, na região Oeste.

O promotor acrescenta que tudo começou em uma audiência pública realizada no ano passado para tratar a questão dos animais nas estradas. A partir de um trabalho com as polícias rodoviárias federal e estadual formou-se uma entidade que recolheu até o momento 600 animais nas rodovias. Os bichos ficam alojados em uma fazenda da Associação de Proteção de Animais de Apodi.

“Destinamos mais de R$ 30 mil em prestações pecuniárias de condenações judiciais para comprar medicamentos, alimentos e montar a infraestrutura das unidades, mas o custo tem cada vez mais aumentado. Daqui para o meio do ano a estimativa é que estejam alojados mil jumentos e no fim do ano dois mil animais”, conclui o promotor.

PENoticias
Compartilhe:

Após falsa promessa de emprego, pernambucana é vítima de tráfico de pessoas



A promessa de uma melhor condição de vida, com emprego, casa e comida, levou a pernambucana Bianca (nome fictício) a aceitar viajar para o exterior. Morar na Suíça, como foi proposto a ela, seria também uma oportunidade de realizar o sonho de conhecer a Europa. Há dois anos, ela largou a família, os amigos e, de malas prontas, seguiu viagem. Mas logo ao chegar no destino, viu uma realidade bem diferente do que esperava. A mulher de 33 anos foi ameaçada de morte e obrigada a se prostituir para sobreviver.

Após mais de um ano vivendo em condições sub-humanas, a pernambucana conseguiu juntar dinheiro e, com ajuda de um amigo, voltou ao Brasil. Mas as marcas no corpo e na memória a perseguem a todo o momento. Sem contar as ameaças que, segundo depoimentos dela, não pararam até hoje. O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), que, na semana passada, instaurou um inquérito civil para cobrar do Governo do Estado serviços de assistência à vítima de tráfico internacional de pessoas.

“Tivemos conhecimento do caso através de um promotor da cidade de Caruaru (no Agreste), onde ela estava escondida. Ela precisou se mudar várias vezes para não ser localizada, porque ela continua sendo ameaçada e também ainda está muito abalada. Nosso objetivo agora é garantir o tratamento psicológico dela e um serviço de proteção à pessoa”, afirmou a promotora de Defesa da Cidadania, Isabela Bandeira. Segundo ela, o Programa de Proteção a Testemunhas (Provita) já está analisando o caso para encaminhar a vítima para um lugar seguro.

A Promotoria Criminal de Jaboatão dos Guararapes também investigou o episódio. De acordo com a promotora Christiana Ramalho, houve uma denúncia de que um ex-namorado da vítima seria integrante de uma quadrilha de tráfico internacional de mulheres. No entanto, ao longo da investigação, os indícios não comprovaram a acusação. O suspeito acabou denunciado pelo crime de lesão corporal, porque teria agredido a vítima. Ela também obteve medida protetiva contra o ex-namorado, que está impedido de se aproximar dela. O processo tramita no Fórum de Jaboatão.

RISCOS

A coordenadora do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas em Pernambuco, Jeanne Aguiar, disse que as mulheres continuam sendo as principais vítimas desse tipo de crime, principalmente para fins de exploração sexual. Por isso, é preciso ter o máximo de cuidado com as propostas tentadoras de emprego fora do seu estado de origem. E mais ainda se for para morar no Exterior. “Em primeiro lugar é preciso entrar em contato com as autoridades daquele país para investigar a proposta de emprego e as condições de trabalho”, destacou.

Outra orientação é pesquisar em sites todas as informações sobre a empresa que está lhe contratando e o tempo de permanência legal naquele país que você vai morar. “É preciso também tirar cópias de todos os documentos pessoais e deixar guardados com pessoas de confiança”, disse. Em caso de perda ou retenção de documentos, como passaportes, a indicação imediata é procurar o Consulado do Brasil mais próximo.

Segundo Jeanne, nenhuma denúncia de tráfico de pessoas foi registrada neste ano pelo núcleo, que é subordinado à Secretaria de Defesa Social. Ao longo do ano, palestras de prevenção são realizadas em escolas públicas e comunidades carentes. Esporadicamente também há visitas e campanha de conscientização nos municípios do Interior do Estado. (Via: Ronda Jc)


Compartilhe:

Enquanto isso... 13º do Bolsa-Família aquecerá economia pernambucana



Durante a campanha eleitoral, os dois principais candidatos a governador apresentaram a proposta da criação do décimo terceiro do Bolsa-Familia, com a diferença que Paulo Câmara apresentou num dia e Armando Monteiro no dia seguinte a mesma proposta. Porém, coube a Paulo Câmara, o vitorioso, a responsabilidade de colocar a proposta em prática.

Como todos sabem, não existe almoço grátis, e o projeto que beneficiará milhares de famílias de baixa renda precisaria ter alguma fonte de receita. Coube ao governador apresentar um pacote de medidas para viabilizar os projetos divulgados na campanha eleitoral, dentre eles o reajuste de 2% do ICMS no preço do etanol.

O reajuste acabou sendo bem recebido pelo setor sucroalcooleiro pernambucano, uma vez que visa aumentar a arrecadação do estado sem atrapalhar a competitividade do etanol, já que essa alíquota do ICMS para beneficiar o fundo que ajudará a pagar o décimo terceiro do Bolsa-Familia também está no preço da gasolina, mantendo a equivalência do preço dos dois combustíveis. Para o setor, o mais importante é o governador cumprir a promessa de renovar o crédito presumido, o que permite o setor sucroalcooleiro uma maior competitividade no mercado.

No tocante ao valor que será cobrado a mais no etanol para pagar o décimo terceiro do Bolsa-Família, além de não haver um impacto excessivo no preço do combustível, tem a contrapartida de que assim como acontece quando o governo paga o décimo terceiro do funcionalismo público, o pagamento do décimo terceiro do Bolsa-Familia terá um impacto significativo no comércio, uma vez que estará inserindo um consumidor que não tinha essa fonte de renda no final do ano, no fim das contas quem ganha com o cumprimento da promessa de Paulo Câmara é toda a sociedade pernambucana, pois se o comércio gira, volta o emprego e volta a renda para a população. (Via: Coluna do Blog Edmar Lyra)
Compartilhe:

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Adolescente de 14 anos é estuprada durante reunião de estudo


Adolescente de 14 anos é estuprada durante reunião de estudo

(Foto: Reprodução)-O estupro de uma adolescente de 14 anos, durante uma reunião de estudos entre quatro adolescentes, está sendo investigado pela Polícia Civil do Amazonas. O crime foi divulgado nesta terça-feira (13), porém ocorreu no último dia 28 de outubro, durante o segundo turno das eleições deste ano.

De acordo com a Polícia Civil, os adolescentes – três de 15 anos e a vítima, de 14 anos – consumiam bebida alcoólica em uma casa no bairro Tancredo Neves. Um vídeo da “reunião” começou a ser divulgado na escola onde os quatro estudam, chegando ao conhecimento a direção do colégio.

Segundo o delegado Kleber Willian, entrevistado pelo portal Em Tempo, após serem questionados, um dos adolescentes revelou que a menina sofreu abusos sexuais quando estava embriagada, caracterizando o crime de estupro de vulnerável.

As investigações apontam, até o momento, que apenas um dos adolescentes abusou da vítima embriagada.

“Todos foram ouvidos e contaram que se reuniram para estudar na casa do principal suspeito, que aproveitando a ausência dos pais comprou bebidas alcoólicas e consumou o estupro”, informou o delegado.

(Com informações do portal Em Tempo)


Compartilhe:

Shopping Serra anuncia contratações a partir de janeiro e revela data da inauguração em 2019



Há pouco mais de três anos de obras da construção do Shopping Serra Talhada, a WJC Construtora e Incorporadora, responsável pela execução do projeto do centro de compras, anunciou um novo prazo para inauguração e contratação de pessoal em 2019. A expectativa é que pelo menos 100 novos postos de trabalho sejam gerados a partir de janeiro do próximo ano.

Em conversa com o Farol de Notícias, parceiro deste blog, o empreiteiro Carlito Godoy, revelou que esteve em Serra Talhada para se reunir com os empresários do Grupo JD, acionistas e proprietários do shopping, para um planejamento de aquisições de equipamentos para os setores hidráulicos e elétricos da construção.

“As obras do Shopping Serra Talhada estão dentre o planejado, estamos nas etapas finais, no ‘sprint’ da obra, com a força total para concluí-la. Teremos uma parada a partir do dia 20 de dezembro, durante as festas as empresas praticamente se dão férias coletivas, mas a partir de janeiro de 2019 teremos um aumento de pelo menos 100 pessoas para atuar na parte elétrica e hidráulica. Devemos estar inaugurando o Shopping Serra Talhada até o final de junho de 2019”, descreveu Godoy, completando:

“Nós resolvemos muitas questões de aquisições de materiais, fios, geradores, subestações e demais estruturas que serão necessárias a partir de janeiro, quando contrataremos todo o pessoal necessário, eletricistas, encanadores, montadores, pedreiros e ajudantes. Estamos também esperando os projetos das lojas âncoras para executar, tais como a Americanas, a Le Biscuit e o cinema, pois as lojas satélites elas mesmos executam”.

Blog Farol de noticias
Compartilhe:

Criança de dois anos, morre afogada após cair em piscina, em Santa Cruz



No início da tarde desta terça-feira (13), uma criança morreu afogada após cair dentro da piscina de uma residência localizada no Loteamento Maria Vieira, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste do estado de Pernambuco. Segundo informações colhidas pelo Blog Jota Lima AGORA, o garotinho até então identificado apenas por “João”, de 2 anos de idade, estava na sala da casa na companhia dos pais quando saiu sem que ninguém percebesse e caiu na piscina.

Ao meio do desespero de familiares e vizinhos, o garoto foi levado para a UPA 24h José Vieira Filho, porém segundo a equipe da referida unidade de pronto atendimento, a criança já deu entrada na unidade de saúde, sem vida. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto de Medicina Legal) na cidade de Caruaru.

Via Blog Itamar França
Compartilhe:

Carlos Evandro faz defesa de Duque e desabafa: ‘Ele tá dando drible como cobra no cipó’


Carlos Evandro faz defesa de Duque e desabafa: ‘Ele tá dando drible como cobra no cipó’

Diferente de alguns adversários que não vêm acertos na gestão do Partido dos Trabalhadores (PT) em Serra Talhada, o ex-prefeito, Carlos Evandro Pereira de Menezes, ligado ao deputado Sebastião Oliveira, elogiou a gestão do prefeito Luciano Duque.

Durante entrevista a rádio Cultura FM, nessa quarta-feira (14) ‘Carlão’ justificou a admiração pelas ações de Duque.

“No município de Serra Talhada o prefeito Luciano Duque está dando drible de corpo feito cobra de cipó. Não é fácil administrar uma cidade como Serra Talhada sem os repasses e sem os recursos. A situação do Brasil como um todo é muito difícil. Não pense que ser prefeito hoje é fácil. Não sei como Luciano está trabalhando, porque os recursos que estão vindo mal dá para pagar a folha”, disse Evandro, cravando: “Não é fácil ser prefeito porque você já entra taxado de ficha suja. Eu não faço política jogando pedras, mas Luciano Duque tem feito um trabalho brilhante em Serra Talhada”.

Ainda durante a entrevista, o ex-prefeito foi questionado sobre as contas ainda pendentes de julgamento pela Câmara de Vereadores, e admitiu, que se fosse hoje, poderia não entrar no jogo sucessório.

“Do jeito que está hoje eu não seria candidato (a prefeito) porque já tem o julgamento de ficha suja. Mas jamais digo dessa água não beberei”, reforçou.

Via farol de noticias
Compartilhe:

Pequenas cidades do NE temem “apagão médico”


João Pedro Pitombo e João Valadares – Folha de S.Paulo

Pequenas cidades do NE temem “apagão médico”

Em municípios da região, médicos cubanos chegam a ser 80% dos profissionais

Encravada no sertão da Bahia, Uauá (a 428 km de Salvador) é conhecida pela carne de bode na brasa, pelo doce de umbu e pelo sotaque castelhano que ecoa em suas unidades básicas de saúde —dos 10 médicos que atendem na cidade, 8 são cubanos.

Com dez postos de saúde e cobertura a 100% de seus 27 mil habitantes, a cidade teme sofrer uma espécie de "apagão médico" com o encerramento do contrato com Cuba no programa Mais Médicos.

A situação deve se repetir em outras cidades do Nordeste, região que recebeu grande parte dos cerca de 8.500 médicos cubanos do programa.

Por ficarem em regiões isoladas e distantes dos grandes centros, os municípios têm dificuldades de contratar médicos brasileiros.

Somente na Bahia, há 846 médicos cubanos atuando em 313 municípios, o que equivale a 20% dos médicos que atuam na atenção básica. A saída deles fará com que a cobertura de atenção básica no estado caia de 63% para 43%.

"Voltaremos para um patamar de oito anos atrás. São quase 3 milhões de baianos que ficarão sem médico", afirma Cristiano Soster, diretor de atenção básica da Secretaria de Saúde da Bahia.

Em Uauá, onde 44% da população vive na zona urbana e só 7% possui emprego formal, a maioria dos médicos atuam em áreas rurais isoladas. Os moradores dependem do atendimento de médicas como Maria Los Angeles, 46, que vive na cidade desde 2013.

Ela afirma que há poucos dias recebeu uma carta informando que o contrato seria encerrado e que retornaria para Cuba. Ela diz temer pelos seus pacientes, em sua maioria pequenos agricultores.

"Há pessoas que têm doenças crônicas como diabetes, hipertensão e precisam de atendimento continuado. Não dá para parar", afirma.

Ela refuta os argumentos do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), de que eles estariam fazendo trabalho escravo. Ela diz que o dinheiro que recebe é suficiente para se manter no Brasil e ajudar a mãe e a filha em Cuba: "Para a gente, vale a pena", diz.

A médica Virgínia Trejo, 49, que atende na cidade de Dias D'Ávila (a 55 km de Salvador) também lamenta o fim do contrato e os questionamentos feitos sobre a formação dos médicos cubanos.

"A gente salvou muita vida aqui", afirma a médica, que atua há 25 anos na profissão, sendo os últimos quatro deles no Brasil. Por outro lado, Virgínia afirma que está feliz pela possibilidade de voltar para perto da família.

Já o médico Younier Rivera, 34, fará o caminho inverso. Ele atende há cinco anos em Águas Belas (a 303 km do Recife), cidade de 43 mil habitantes em que dos 12 médicos, 9 são cubanos —75% do total.

Com uma rotina que começa às 7h e se encerra somente no fim do dia, ele chega a atender 35 pacientes diariamente na zona rural da cidade.

"A aceitação do nosso trabalho é muito grande. O povo ainda não está acreditando no que aconteceu. Querem fazer um abaixo-assinado para a gente continuar", diz.

Ele é casado com uma brasileira, tem uma filha de dois anos e ainda tinha mais um ano de contrato com o programa Mais Médicos.

Agora, ele afirma que voltará para Cuba para resolver pendências e planeja voltar ao Brasil para viver junto de sua família. "Mas volto desempregado", lamenta.

No interior de Pernambuco desde 2013, um médico cubano de 36 anos, que pediu para não ser identificado, diz que o fim do programa é uma das páginas mais tristes da história do Brasil. Segundo ele, em conversas com outros médicos cubanos, a preocupação com o futuro do programa, que já era grande, cresceu com a eleição de Bolsonaro.

O profissional observa que o Mais Médicos deixou vínculos importantes na relação com os pacientes. Segundo ele, os médicos criaram um vínculo muito forte com a população atendida, que ele vê como uma população necessitada.

Outro médico que também integra o programa disse que ainda não sabe o que vai fazer, por ter sido pego de surpresa. Após ter criado uma vida nova no Brasil, não sabe como será o futuro e o que irá fazer.

No estado de Pernambuco, há mil vagas do programa Mais Médicos. Metade delas é preenchida por profissionais cubanos. Grande parte dos médicos atua no interior. Muitos deles renovaram o contrato com o programa no início deste ano.

Fora da região Nordeste, a saída dos médicos cubanos do programa terá maior impacto em áreas indígenas e nas periferias de grandes cidades, sobretudo em regiões conflagradas, onde muitas vezes os cubanos são os únicos que se colocam à disposição para atender a população.

No estado do Rio, dos cerca de 600 profissionais do Mais Médicos, 224 são cubanos. Eles atendem em 48 municípios, incluindo áreas de risco na capital, como favelas dominadas por grupos armados.

Os médicos atendem em clínicas da família ou postos de saúde nos municípios. A expectativa é que 672.000 pessoas podem ser afetadas pela medida no estado do Rio.
Compartilhe:

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Serra-talhadense se destaca em concurso de talentos de PE



Serra-talhadense se destaca em concurso de talentos de PE

O serra-talhadense Artur Williams Leite da Costa, de 7 anos, é o representante da Capital do Xaxado no concurso Talento Kids da TV Jornal, em Caruaru, e vem se destacando. Após aparecer na TV, já está entre os selecionados para a segunda fase da competição infantil.

O carisma e fofura de Artur vem de berço, pois é filho da cantora e ganhadora do Festival de Calouros Cantando na Concha 2016, Fabíola Leite,que por sua vez também vem de uma família de músicos e história na antiga Banda Côngruos; e do músico conhecido como Dudu Trombone.

A primeira apresentação de Artur foi também no palco dos calouros fazendo um encantador dueto com sua mãe. Para acompanhar a trajetória de Artur no Talento Kids siga no Instagram @annafabiolaleite e @artur_williamsleitedacosta.

TALENTO KIDS

Arthur está entre os selecionados que devem participar da segunda seletiva, realizada no próximo domingo (18), no Espaço de Eventos do Polo Caruaru a partir das 13h.

A partir desta etapa, as apresentações serão abertas ao público. Então, trazer amigos e torcida está liberado.

“É alegria demais, que palavra nenhuma explica. Grata a nosso Deus! Rumo a próxima etapa”, disse Fabíola em suas redes sociais.

Farol com informações do NE10 Interior
Compartilhe:

Cuba cancela parceria com Brasil no Mais Médicos; Bolsonaro é o motivo



Cuba cancela parceria com Brasil no Mais Médicos; Bolsonaro é o motivo

Em nota divulgada pelo Ministério da Saúde do país caribenho, a decisão é atribuída a questionamentos feitos pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), à qualificação dos médicos cubanos

O governo de Cuba anunciou, nesta quarta-feira (14), o fim de sua participação do programa Mais Médicos no Brasil.

Em nota divulgada pelo Ministério da Saúde do país caribenho, a decisão é atribuída a questionamentos feitos pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), à qualificação dos médicos cubanos e à exigência de revalidação de diplomas no Brasil.

Pelas regras do Mais Médicos, profissionais sem diploma revalidado só podem atuar nas unidades básicas de saúde vinculadas ao programa “nos primeiros três anos”, como “intercambistas”.

A renovação por igual período só pode ser feita caso esses profissionais tenham o diploma revalidado e o aval de gestores nos municípios. No ano passado, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que a ausência de revalidação do diploma era constitucional.

Um dos programas mais conhecidos na saúde, o Mais Médicos foi criado em 2013, na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) para ampliar o número desses profissionais no interior do país.

Cerca de 18 mil médicos atuam no programa -destes, 45% são brasileiros e 47% são cubanos, vindos ao Brasil por meio de cooperação com a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde). Os demais são intercambistas estrangeiros.

Na nota, o governo cubano afirma que, desde sua implantação, 20 mil profissionais atenderam a mais de 113 milhões de brasileiros, residentes, especialmente, em regiões carentes. O Ministério de Saúde de Cuba lista a atuação de seus médicos em países da América Latina e África.

O governo cubano chama de inaceitáveis as ameaças de alterações no termo de cooperação firmado com a Opas e diz que o povo brasileiro saberá a quem responsabilizar pelo fim do convênio.

Com informações da Folhapress.
Compartilhe:

BLCONSTRUÇOES

BLCONSTRUÇOES
SÃO JOÃO DOS LEITES, FLORES-PE

AUGUSTO CÉSAR: DEPUTADO ESTADUAL-PE

AUGUSTO CÉSAR: DEPUTADO ESTADUAL-PE
AUGUSTO CÉSAR: DEPUTADO ESTADUAL-PE DO LITORAL AO SERTÃO PERNAMBUCO FONTE

PREMOCIL

PREMOCIL
Construindo sonhos

Nildo da Sprinter - Flores - PE

Nildo da Sprinter - Flores - PE
TEL: (87) 99933-8989 (87)981225014

SERTAMOL HONDA SERRA TALHADA-PE

SERTAMOL HONDA SERRA TALHADA-PE
SERTAMOL HONDA Matriz Av. João Gomes de Lucena, 4743, São Cristóvão - Serra Talhada - PE (87) 3831-2380/2226. Filial Sertamol Honda Rod. PE 320, Nº 1594 Carnaíba - PE Fone: 9957-0051/9957-0068 ...

CICLO BIKE MOTO PEÇAS

CICLO BIKE MOTO PEÇAS
TUDO PARA SUA BICICLETA E PEÇAS PARA MOTO. SERVIÇOS GERAIS DE BICICLETA E MOTOS, RUA 13 DE MAIO, Nº 110 / CENTRO / SERRA TALHADA - PE

FARMÁCIA PRONTO SOCORRO FLORES-PE

FARMÁCIA PRONTO SOCORRO 100 ANOS ZELANDO POR SUA SAÚDE.MEDICAMENTOS HUMANOS E VETERINÁRIOS. TRAV. MANUEL QUIDUTE SOBRINHO - Nº18 FLORES-PE . ORG = GUILHERME ANDRADA.

MOVELAR

CURTA NOSSA PÁGINA

ABLOGPE


Arquivo do Blog