quinta-feira, 2 de julho de 2020

Jovem de 25 anos tem arma apontada para cabeça durante abordagem policial em ST




Um jovem vendedor foi alvo de violência policial nas proximidades do Fórum de Serra Talhada. A afirmação vem da mãe do rapaz, Elisângela Pereira, cozinheira, moradora do bairro Universitário, que procurou o programa Frequência Democrática, na manhã dessa quarta-feira (1º) para relatar o drama que o filho passou durante uma revista de policiais militares na Rua Cabo Joaquim da Mata, no bairro Tancredo Neves, por volta das 9h30 da manhã.

Segundo o relato de Dona Elisângela, seu filho estava com fardamento e crachá da empresa que trabalha como vendedor e pilotando uma motocicleta. Ela diz que o filho foi parado pelo policiamento para uma revista e os PMs o abordaram com gestos grosseiros, apontaram uma arma para sua cabeça e ignoraram as provas que ele era um trabalhador.


A reportagem do Farol de Notícias entrou em contato com Dona Elisângela e seu filho, de 25 anos, que prefere não ser identificado. Segundo o rapaz, em nenhum momento foi questionado sobre documentos pessoais, CNH ou do veículo, além de que um dos policiais militares era conhecido e informou aos demais, o que aumentou a seu estranhamento e constrangimento diante da abordagem da força policial.

“Eu estava na casa de um conhecido e quando vinha para casa a polícia passou por mim e depois deu a volta e já foi logo mandando eu parar: ‘Para, para, mão na cabeça’, apontando a arma para mim. Eu desci, desliguei a moto e coloquei a mão na cabeça. Ele afastou minha perna e começaram a me revistar. Perguntaram de onde eu vinha, para onde eu ia e o que eu estava fazendo ali. Falei que estava trabalhando e um dos policiais eu conhecia de vista e falei para um deles que o conhecia. Ele disse que não com a cabeça e continuaram revistando a moto, minha mochila. Eu fiquei triste porque um deles me conhecia e permitiu que fizessem isso, era 9h30 da manhã, estava andando devagar e quem ver pensa que a pessoa está envolvido em alguma coisa. É constrangedor! Eles não me pediram habilitação, documento da minha moto, nada”, relatou o trabalhador.

O caso de Dona Elisângela e seu filho retoma o debate dos casos de violência policial que acontecem em Serra Talhada e terminam silenciados pelo 14º Batalhão de Polícia Militar e esquecidos pela população. O último caso viralizou nas redes sociais com um vídeo que mostra dois PMs chutando uma idosa com indícios de ingestão de bebida alcoólica.


A reportagem do Farol entrou em contato com o 14º BPM, mas até o fechamento desta edição, não obteve retorno sobre o assunto.

https://faroldenoticias.com.br
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

FARMÁCIA VIVA

FARMÁCIA VIVA
FLORES-PE

BLCONSTRUÇOES

BLCONSTRUÇOES
SÃO JOÃO DOS LEITES, FLORES-PE

PREMOCIL

PREMOCIL
Av. João Gomes de Lucena ,3762 –São Cristóvão Serra Talhada-PE Cep:56912-000 (87) 3831-6149 (87) 999330528

SERTAMOL HONDA SERRA TALHADA-PE

SERTAMOL HONDA SERRA TALHADA-PE
SERTAMOL HONDA Matriz Av. João Gomes de Lucena, 4743, São Cristóvão - Serra Talhada - PE (87) 3831-2380/2226. Filial Sertamol Honda Rod. PE 320, Nº 1594 Carnaíba - PE Fone: 9957-0051/9957-0068 ...

FARMÁCIA PRONTO SOCORRO FLORES-PE

FARMÁCIA PRONTO SOCORRO 100 ANOS ZELANDO POR SUA SAÚDE.MEDICAMENTOS HUMANOS E VETERINÁRIOS. TRAV. MANUEL QUIDUTE SOBRINHO - Nº18 FLORES-PE . ORG = GUILHERME ANDRADA.

CURTA NOSSA PÁGINA

ABLOGPE


Arquivo do Blog