Blog Benjamin Leite

“O PT não enxerga, ou não quer enxergar o potencial que Marília tem”, diz fonte a blog



“O PT não enxerga, ou não quer enxergar o potencial que Marília tem”, diz fonte a blog

Saída da parlamentar da legenda é tida como certa para viabilizar candidatura ao Senado, ou ao Governo do Estado 

Nesta quinta-feira (17), vários veículos de comunicação de Pernambuco estão dando como certa a saída da deputada Marília Arraes do Partido dos Trabalhadores (PT), para viabilizar uma candidatura ao Senado, ou até mesmo ao Governo de Pernambuco.

Segundo a coluna eletrônica da Rádio Jornal: o comunicado oficial da partida deve ser realizado nos próximos dias ou mesmo horas.

Já o blog do Magno diz que dentre as propostas que Marília tem recebido, a mais interessante partiu do Solidariedade, havendo, inclusive, a possibilidade da parlamentar comandar a sigla no Estado, que ficou sem liderança após a desfiliação do deputado Augusto Coutinho.

Ainda segundo Magno, o fato de que o Solidariedade vai apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ajudaria na escolha, pois assim, a deputada continuaria num partido alinhado com as suas ideias.

Uma fonte próxima à deputada informou a redação do blog do Nill Júnior, que Marília está sendo procurada por vários partidos de esquerda e centro-esquerda.

“Todos enxergam o potencial que ela tem pro senado e pro governo do estado. Aparentemente, quem não enxerga é o PT, ou não quer enxergar…”, confessou a fonte.

Ainda segundo a fonte, as movimentações em torno do nome de Marília e a cegueira petista para o potencial eleitoral da deputada, não querem dizer que ela irá sair ou ficar no PT.

O blog já escreveu, anteriormente, sobre o dilema de Marília Arraes. Seu partido, o PT, mais uma vez optou pela aliança com o PSB – mesmo tendo totais condições de voltar a governar Pernambuco. Assim, Marília, mais uma vez será rifada no processo eleitoral – Como aconteceu em 2018.

Marília não se bate com a cúpula do PSB no Estado. Crítica da gestão Paulo Câmara, se negou, por exemplo, a fazer campanha para a reeleição do socialista. Se elegeu como a segunda deputada mais votada de Pernambuco, ficou atrás do primo, João Campos – outro desafeto -, hoje prefeito do Recife, que teve a ajuda da máquina eleitoral chamada PSB.

A verdade é que a parlamentar continua calada. Nem em suas redes sociais se vê qualquer direcionamento para as hipóteses levantadas.

Já dissemos aqui que chama a atenção o silêncio ensurdecedor de Marília com relação às conversações referentes ao pleito deste ano. 

Desde que iniciaram as conversas entre PT e PSB, não se viu nenhum posicionamento da petista. Nem mesmo para comemorar os resultados das pesquisas onde aparece bem posicionada.

Críticos dizem que enquanto estiver no PT, Marília não conquistará o seu lugar ao sol. Estará sempre à sombra dos “donos” do partido no Estado, como o senador Humberto Costa, que parece nutrir uma antipatia enorme pela deputada.

Como perguntar não ofende: será que Marília resolveu dar ouvidos aos críticos? (Por André Luis - Blog Nill Júnior)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

premocil

SERTAMOL HONDA SERRA TALAHADA-PE